Medicamentos e tecnologias da saúde

Meningite 2002

A doença meningocócica é uma infecção sistémica causada pela bactéria Neisseria meningitidis. Em Portugal ocorrem maioritariamente casos provocados pelos serogrupos B e C desta bactéria. Não há vacina destinada a prevenir as infecções por  Neisseria meningitidis do grupo B.

A introdução, no mercado português, em 2001, de vacinas conjugadas contra o meingococo C e a oferta de um número considerável de doses de vacina às sub-regiões de saúde por uma associação, despoletaram acesa discussão.

Medicamento II: o caso dos genéricos

Autor: 
Paula Caetano
Autor: 
Sónia Fernandes
Autor: 
Susana Cardoso

O sector do medicamento em Portugal, constitui uma área onde se verificam desperdicios significativos, sendo pertinente a necessidade de introduzir medidas que visem o controlo de custos.

A introdução dos medicamentos genéricos é parte constituinte da política do medicamento. O conjunto de todas as medidas implementadas nesta política, visam garantir a sustentabilidade do sistema, assegurar o acesso aos medicamentos, garantir a qualidade, eficácia e segurança, melhorar a prescrição e promover o desenvolvimento de sector farmacêutico.

Nova política do medicamento ou mais um pacote legislativo

Autor: 
Bruno Lourenço
Autor: 
Vitor Escalda

A nova política do medicamento, tendo como o objectivo central a contenção da despesa pública, não consegui combater os problemas estruturais do sistema, porque mostrou-se incapaz de integrar acções que combatessem o crescente consumo, a sobre-prescrição e o desperdício de medicamentos.