Vacina da Gripe Pandémica - o papel das Autoridades de Saúde

Perante as notícias provenientes do México, em Abril de 2009, o mundo deparou-se com a primeira ameaça pandémica do século XXI. As Autoridades de Saúde depressa activaram os seus planos de contingência e a sua rede de vigilância epidemiológica, de modo a monitorizar a evolução do processo pandémico no país.

A primeira “onda” epidémica, em Portugal, teve uma duração aproximada de 39 semanas, desde 4 de Maio de 2009 (data em que foi confirmado o primeiro caso de gripe A (H1N1) 2009), até finais de Janeiro de 2010.

A preparação para uma pandemia de gripe tem sido baseada no modelo de emergência de saúde pública, que é tipicamente um modelo de comando-e-controlo, baseado no pressuposto de que as autoridades de saúde estabelecem normas e recomendações para uma situação de emergência, e que estas são prontamente adoptadas e implementadas pelos serviços e profissionais de saúde e pelo público em geral.Tendo em conta a experiência e a aprendizagem adquirida com a preparação para a ameaça de gripe das aves (H5N1), foi explorada uma abordagem distinta para a a preparação e resposta à gripe pandémica 2009 (H1N1).

Pré-visualizaçãoAnexoTamanho
Vacina da Gripe Pandémica - o papel das Autoridades de Saúde365.88 KB