Álcool, o Stresse e consumos de risco nas mulheres açoreanas

Autor: 
Aires Gameiro

As mulheres aparecem como vítimas de consumos alheios e de consumos próprios e como agressoras de terceiros devido aos consumos próprios.

Além de considerar os consumos de álcool, droga e tabaco, dá-se particular relevo ao consumo de álcool. As mulheres aparecem como vítimas de consumos alheios e de consumos próprios e como agressoras de terceiros devido aos consumos próprios.

É difícil dizer se as mulheres sofrem hoje mais de stresse e de efeitos de comportamentos agressivos e consumos de risco próprios do que de consumos alheios.

Provavelmente, são mais vitimas dos consumos alheios de álcool, droga e mais vítimas do próprio fumar e agressoras dos filhos. Não faltam, porém, as agressões aos filhos pelo seu consumo de álcool principalmente durante a gravidez e amamentação.

As tradições culturais, contudo, têm sido mais favoráveis a inocentar as agressividades dos homens, devida a possíveis fragilidades genéticas e ao patriarcalismo machista que a defender as mulheres vítimas.

Pré-visualizaçãoAnexoTamanho
Álcool, o Stresse e consumos de risco nas mulheres açoreanas114.99 KB